sexta-feira, 28 de maio de 2021

Cortina para casa: tudo o que você precisa levar em consideração antes de escolher uma!

 A cortina é capaz de dar cara nova à decoração da sua casa em poucos minutos e sem muito trabalho. Mas, além de embelezar ambientes, a peça também tem outras funções. 

Por exemplo, com a cortina dá para ter maior privacidade, uma vez que impossibilita que terceiros vejam o que se passa internamente no imóvel. Paralelamente, melhora a acústica do cômodo e o conforto térmico. 

sala de estar com cortina marrom em destaque


É justamente por isso que ao colocar cortina para sala o ambiente se torna automaticamente mais agradável e aconchegante! 

Quer aproveitar esses benefícios da peça, mas não sabe como escolher cortina? Então, este post é perfeito para você! Confira, aqui, dicas para acertar na escolha e compra da peça! 

 

O que considerar para escolher a cortina perfeita? 

Escolher a cortina perfeita é muito mais fácil quando se considera pontos essenciais que toda peça deve ter. Conheça, a seguir, quais são e defina a peça ideal:

 

Tamanho da peça 

Acertar no tamanho da cortina é fundamental para ter um resultado mais bonito na decoração, de modo a valorizá-la. Mas, qual o tamanho da cortina ideal? Depende do cômodo em que pretende instalá-la. 

Se for uma cortina para sala de estar ou quarto, recomenda-se que seja um tamanho grande. A peça que vai do teto ao piso é a melhor opção, dando um toque de elegância para a decoração. 

Outro benefício da cortina grande é que a peça dá uma impressão de pé direito alto, o que faz toda a diferença em cômodos pequenos, conferindo uma sensação de amplitude. 

Caso queira instalar cortina de cozinha ou lavanderia, indica-se que seja um modelo pequeno, para evitar que a peça toque o piso e fique suja ou molhada com maior frequência.

 

Função da cortina 

Também é fundamental considerar a função que deseja que a cortina tenha. Se for meramente decorativa, dá para escolher qualquer peça que esteja alinhada com o estilo de decoração do cômodo. 

Caso queira que ofereça maior privacidade ou que bloqueie a entrada de luz natural, tornando o ambiente mais escuro, prefira as cortinas blecaute ou com forro, que oferecem esses benefícios. 

Se sua intenção for bloquear correntes de vento, melhorar a acústica da área e deixar o ambiente o mais confortável e aconchegante possível, escolha peças com tecidos mais encorpados, como o linho e veludo.

 

Cores 

Não faltam opções de cores de cortina, o que sempre dificulta a escolha. Mas, há dicas que ajudam a eleger a melhor alternativa para seu lar. Uma infalível é escolher uma cortina num tom neutro, como a branca, bege ou cinza. 

O grande diferencial de tons neutros é que eles combinam facilmente com quaisquer outros utilizados na decoração, o que quer dizer que a chance de ficar feio é muito baixa. 

Quer fugir do básico e tradicional escolhendo uma cortina colorida? Dá para eleger um modelo liso ou estampado. Não importa qual seja sua preferência, o ideal é que a peça tenha uma cor igual ou semelhante a outra já utilizada no cômodo, seja num móvel ou em um objeto de decoração. 

A razão disso é simples: dessa forma, é possível garantir uma unidade visual na decoração, que terá um resultado harmônico e muito mais bonito e agradável. 

Mas, é importante ressaltar um detalhe sobre cortinas escuras e em cores vibrantes: elas desbotam mais rápido quando em contato direto e frequente com a luz solar. 

Portanto, se seu lar tiver uma incidência direta de sol, pode ser que ela fique manchada ou precise ser trocada em um prazo menor do que uma cortina clara.

 

Tipo de suporte 

Existem dois tipos de suporte para cortinas: varão e trilho. A cortina de varão costuma ter preço mais acessível do que a de trilho. No que se refere ao resultado, a de trilho confere mais elegância para a decoração. 

Como o resultado é sempre bonito, recomenda-se escolher o suporte que melhor atenda suas expectativas em relação à decoração e seu orçamento.

 

Franzimento 

Quer manter sua cortina para casa franzida? Então, recomenda-se comprar uma peça com sobra de tecido na largura, pois ficará totalmente esticada se adquirir uma no tamanho exato da janela ou da parede. 

Quanto maior a sobra, mais franzida a peça ficará. Portanto, se gostar de um franzimento mais fechado, compre cortina com o dobro da largura, no mínimo.

 

Medidas da janela ou parede 

A definição da cortina ideal também precisa ser feita com base nas medidas da janela ou parede em que pretende instalar a peça. Dessa forma, será possível adquirir um modelo num tamanho adequado, que realmente cubra a área sem ficar desproporcional.

 

Manutenção 

Quanto mais fácil for a manutenção da cortina, melhor. Por isso, antes de fechar a compra da peça, veja como o fabricante sugere que faça limpeza. 

Dê preferência para as cortinas para casa que tenham manutenção descomplicada, para conseguir realizá-la sozinha, sem encaminhar para uma empresa especializada, de modo a economizar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário